EC Vitória

Uma nova dupla de zaga vai proteger o gol do Vitória no momento mais decisivo da temporada. A lesão no ombro sofrida por Mateus Moraes fez com que a parceria entre ele e Wallace fosse desfeita. O capitão passará a atuar ao lado de outro zagueiro. Substituto imediato atualmente, Thalisson Kelven vai assumir a vaga no jogo contra a Ponte Preta, sábado (30), às 16h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela Série B do Brasileiro. João Victor será a opção no banco de reservas.

Wallace e Thalisson Kelven só começaram uma partida juntos três vezes nesta temporada, e não perderam nenhuma. Contratado em junho, Thalisson disputou o primeiro jogo com a camisa vermelha e preta após duas semanas na Toca. A estreia foi ao lado de Wallace, em 3 de julho, no empate em 1×1 com o Goiás, no Barradão, na 9ª rodada da Série B.

Porém, Thalisson não foi relacionado para o jogo seguinte, contra o Confiança, por apresentar cansaço muscular. Ele reapareceu na sequência, no empate em 2×2 com o Sampaio Corrêa, no Barradão, na 11ª rodada, mas Wallace se contundiu e foi substituído no decorrer do jogo por Marcelo Alves.

Thalisson se machucou no duelo seguinte, contra o Brasil de Pelotas, e só voltou a campo nove rodadas depois. Nesse tempo, o prata da casa Mateus Moraes se firmou no time e virou o novo parceiro de Wallace, que se recuperou mais rápido e desfalcou a equipe por só quatro jogos.

Wallace e Thalisson Kelven só voltaram a formar dupla de zaga novamente na 22ª rodada. Naquele 4 de setembro, Roberto estava suspenso e o técnico Wagner Lopes optou por escalar Mateus Moraes na lateral esquerda. Improvisado, o zagueiro marcou o gol do triunfo por 1×0 no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, e voltou para a posição de origem no jogo seguinte.

Elogios
Ao todo, Thalisson Kelven fez oito jogos com a camisa do Vitória, cinco deles como titular. A última vez que ele começou em campo foi na terça-feira passada, quando o Leão empatou em 1×1 com o Botafogo-PB, no estádio Almeidão, em João Pessoa, pela terceira fase da pré-Copa do Nordeste. Com desgaste físico, Wallace foi poupado do jogo e Thalisson o substituiu formando dupla com Mateus Moraes, até os minutos finais do jogo, quando ele lesionou o ombro.

“Os outros zagueiros vão dar conta do recado, como já deram outras vezes. Mateus é um moleque que vem em ascensão, estava muito bem, tem uma humildade rara de se ver hoje em dia. Ouve, assimila e executa aquilo que a gente passa. Desde a comissão até os outros atletas. Tem um futuro brilhante pela frente. Se continuar mantendo a humildade, certamente vai galgar caminhos maiores futuramente”, elogiou o capitão Wallace.

“João (Victor) e Thalisson (Kelven) são extremamente competentes. Já deram mostra disso. A gente vai sentir a falta de Mateus porque perder qualquer jogador nesse momento é ruim. Mas agora, infelizmente, não dá para lamentar. É vida que segue e cada atleta dar o melhor dentro de seus limites, de suas qualidades, para que as coisas voltem a acontecer”, completou Wallace. Em recuperação de lesão, o zagueiro Marcelo Alves não é opção.

Apesar do empate na pré-Copa do Nordeste, o Vitória venceu os últimos dois jogos que disputou na Série B, contra Sampaio Corrêa (1×0) e Brasil de Pelotas (4×0). Em 18º lugar, com os mesmos 32 pontos do Londrina, que ocupa a 17ª colocação, o Leão tenta se reabilitar no campeonato. O Brusque tem 35 pontos e é o primeiro time fora da zona de rebaixamento, na 16ª posição. Adversária da vez, a Ponte Preta soma 37 e está em 15º lugar.

Jogos em que Wallace e Thalisson Kelven foram escalados juntos:

3/7 – Vitória 1×1 Goiás – 9ª rodada da Série B do Brasileiro – Barradão

13/7 – Vitória 2×2 Sampaio Corrêa – 11ª rodada da Série B do Brasileiro – Barradão

4/9 – Operário 0x1 Vitória – 22ª rodada da Série B do Brasileiro – Germano Krüger (Correio da Bahia)