Reprodução

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), relatou ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), a dificuldade de senadores em aprovar a privatização dos Correios neste ano. A conversa entre os dois aconteceu na noite de terça-feira (1º), na véspera da abertura dos trabalhos do Legislativo, durante um jantar na residência oficial.

Segundo o blog apurou, Pacheco tem conversado com senadores para saber a disposição da Casa em apoiar o projeto que foi aprovado pela Câmara dos Deputados em 2021. No entanto, Pacheco vê dificuldades para o Senado avançar na matéria diante da resistência de parlamentares, principalmente por ser um ano eleitoral.

O governo do presidente Bolsonaro (PL) já foi avisado e ministros disseram ao blog que não vão priorizar a pauta neste ano eleitoral para evitar uma derrota. Por isso, decidiram priorizar outras matérias desde o final de 2021, como foi o caso da PEC dos Precatórios no fim do ano e, agora, farão uma tentativa para avançar n a reforma administrativa.

Sobre a reforma administrativa, Pacheco e Lira concordam que a matéria precisa ser “encabeçada” pelo Ministério da Economia. Paulo Guedes, titular da pasta, está em conversas com a cúpula do Congresso para tentar viabilizar a reforma neste ano, embora o governo admita dificuldades por se tratar de um ano eleitoral. Por Andréia Sadi/G1