Recôncavo

Veja! Jogo em Cachoeira é interrompido após confusão na arquibancada


Recôncavo

19 de Nov // Forte na Notícia | Recôncavo

Um homem foi morto na madrugada deste domingo (18), no bairro Ana Lúcia em Cruz das Almas, no recôncavo baiano. O homicídio aconteceu na Pracinha da Rua da Mata, próximo ao Parque Infantil que existe no local. A vítima identificada como Tiago Neves, 30 anos, conhecido como “Tiago da Rifa”, foi alvejado por disparos de arma de fogo. Segundo informações, os suspeitos atiraram várias vezes contra a vítima. O mesmo foi alvejado na região da cabeça onde não teve chance de nem ser socorrido pela equipe da SAMU morrendo no local. O corpo foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica para o Instituto Médico Legal de Santo Antônio de Jesus. Ainda não há informações sobre autoria e motivação do crime. A Polícia Civil está investigando o caso.

Recôncavo

19 de Nov // Leonardo Sousa | Recôncavo

O jogo decisivo entre Cachoeira e Santo Amaro, válido pela partida de volta das quartas de final do Campeonato Intermunicipal 2018, na tarde deste último neste (18), foi interrompido por conta de uma briga de torcidas na arquibancada. No momento, o duelo está sido vencido pelos cachoeirenses por 2 a 1. Após um estranhamento entre os torcedores na arquibancada, a polícia interveio com bombas de efeito moral, dispersando o público. Com o tumulto, torcedores da seleção de Santo Amaro invadiram o campo. A partida teve que ser pausada no segundo tempo. O resultado parcial dá a classificação para o time santo-amarense. O placar terminou em 3 a 2 para Santo Amaro.

Política

19 de Nov // Foto: Valter Campanato/Agência Brasil | Política

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, vai se revezar esta semana entre Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo. Ele desembarca nesta terça-feira (20) cedo em Brasília, onde fica por três dias. Nesta segunda-feira (19), ele ainda permanece no Rio de Janeiro. Um dos primeiros encontros de Bolsonaro na capital federal será, pela manhã, com o ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário.

 

Uma das propostas em análise do presidente eleito é incorporar parte da CGU ao Ministério da Justiça, pois assim ele acredita que será possível combater com mais eficiência a corrupção. Haverá também reuniões com o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, e representantes da Associação das Santas Casas do Brasil, no CCBB.

 

Ainda está semana, ele estará ainda com o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Raimundo Carreiro, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Nesta próxima quarta-feira  (21), há a previsão de o presidente eleito se reunir com os governadores eleitos e reeleitos do Nordeste. Na semana passada, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), confirmou o encontro segundo informações da Agência Brasil.

Política

19 de Nov // Foto: Cesar Itiberê/PR | Política

O presidente Michel Temer participa nesta segunda-feira (19), à tarde do Encontro dos Municípios Brasileiros - Avanços da Pauta Municipalista, na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em Brasília. Participam também ministros, parlamentares e prefeitos. Uma das principais preocupações dos prefeitos e secretários municipais de Saúde são as mudanças no Programa Mais Médicos no país.

 

A Confederação Nacional de Municípios, na semana passada, divulgou notas em que demonstrou preocupação com a saída dos profissionais cubanos do programa. Segundo a nota desta última sexta-feira (16), foi feito um apelo ao Ministério da Saúde e à Presidência da República para novas medidas sejam apresentadas até a próxima sexta (23).

 

A entidade protocolou ofício na Embaixada de Cuba solicitando a permanência dos profissionais cubanos até o fim do ano, bem como a abertura de negociação com a confederação e o governo brasileiro para que busquem alternativas para garantir o atendimento à população brasileira. De acordo com a nota do CNM, entre os 1.575 municípios do país que têm somente médico cubano do programa, 80% possuem menos de 20 mil habitantes.

Saúde

19 de Nov // Foto: Arquivo/Agência Brasil | Saúde

Autoridades do governo de Cuba anunciaram que cerca de 8 mil profissionais que atuam no programa Mais Médicos e que prestam serviços no Brasil retornarão antes do fim do ano. Representantes dos ministérios de Saúde Pública e do Transporte informaram que há um plano para o regresso "ordenado e seguro" dos médicos, que começará na próxima semana e deve terminar em meados de dezembro.

 

Um grupo de 196 médicos cubanos retornou ao país. A reação ocorre no momento em que o governo de Cuba anunciou o rompimento da parceria por não aceitar as exigências do presidente eleito Jair Bolsonaro, que questionou a sua preparação e condicionou a presença dos profissionais no Brasil à obrigatoriedade de eles se submeterem à revalidação.

 

O vice-ministro do Transporte, Eduardo Rodríguez, disse que os profissionais da área de saúde retornarão por via aérea até o aeroporto internacional José Martí, de Havana, e de lá serão levados para suas casas. Rodríguez acrescentou que os profissionais terão assegurado o envio de todos os seus pertences, tanto no caso da bagagem quanto de artigos que enviem por meio de entidades operadoras de carga cubana, por via aérea ou marítima.

Baixo Sul

19 de Nov // G1 | Baixo Sul

Um homem suspeito de 20 homicídios morreu em uma troca de tiros com policiais militares, na sexta-feira (16), na cidade de Valença, no baixo sul da Bahia. A informação foi divulgada pela Secretaria da Segurança Pública do estado (SSP-BA) neste sábado (17). De acordo com a SSP, guarnições do Pelotão Especial Tático Ostensivo (Peto) Rural da 33ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Valença) faziam ações de rotina, na localidade do Jequiriçá, quando quatro homens foram avistados em duas motocicletas.

Conforme a SSP, as equipes se aproximaram e, durante cerco, houve confronto. O suspeito, identificado como Marcos Bonfim dos Santos, o 'Marcos Capeta', acabou ferido. Ele foi socorrido e foi levado para o Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Valença, mas não resistiu. Os outros três criminosos conseguiram fugir. No local, segundo a SSP, os PMs apreenderam um revólver calibre 38, munições, dois pacotes de maconha e uma motocicleta modelo Titan 150. O caso foi registrado na Delegacia Territorial de Valença.

Política

19 de Nov // Foto: Sérgio Lima / Poder360 | Política

Acostumado a transitar entre políticos no Brasil, o presidente do Conselho de Administração da Organização Odebrecht, Emílio Odebrecht, não enxerga futuro em Jair Bolsonaro. De acordo com a coluna de Lauro Jardim,  o empresário que auxiliou o Ministério Público Federal (MPF) na delação da construtora baiana tem dito que o general Hamilton Mourão se tornará o presidente da República em menos de dois anos.

 

Para isso, o então presidente eleito precisa ser deposto ou renunciar o cargo. Em entrevista a Globo News durante as eleições, Mourão declarou que existe possibilidade dos militares arquitetarem o que ele chamou de “autogolpe” no Brasil, caso o lugar de Bolsonaro fosse ameaçado. Na época, Bolsonaro criticou o seu vice em relação a hipótese de um "autogolpe" do presidente.

 

Jair Bolsonaro disse que "desautorizou" Mourão em dois momentos e reconheceu que ainda faltava ao seu vice "um pouco de tato com a política". "Nesses dois momentos, ele foi infeliz, deu uma canelada", criticou o capitão do Exército Brasileiro. "Jamais posso admitir uma nova constituinte", afirmou. "Algumas propostas pontuais podemos admitir sim, como a redução da maioridade penal", exemplificou no início de outubro durante as eleições.

Política

19 de Nov // Foto: Reprodução | Política

Em seis meses de prisão, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu 572 visitas em sua cela especial na Polícia Federal em Curitiba, no Paraná. A maioria das visitas foi feita por advogados com procuração para defender o petista, entre eles, políticos como o candidato derrotado do PT à Presidência, Fernando Haddad - que, embora seja advogado, não atua nos processos contra o ex-presidente.

 

A nomeação de políticos aliados como defensores permitiu ao ex-presidente comandar o PT e a campanha de Haddad da prisão - onde cumpre pena. A presidente do partido, Gleisi Hoffmann, o tesoureiro, Emídio de Souza, o deputado Wadih Damous e os ex-deputados Luiz Eduardo Greenhalgh e Luiz Sigmaringa Seixas também receberam procurações.

 

Isso possibilitou visitas a Lula de segunda a sexta - direito previsto em lei para defensores de presos. O período de maior movimento na cela de Lula foram os dias que antecederam e sucederam a cassação de sua candidatura pelo TSE. Haddad visitou Lula nos dias 27 e 30 de agosto. Na semana seguinte, a cela - de cerca de 15 metros quadrados - ficou pequena para a maior reunião realizada por Lula, com 10 advogados no dia 3 de setembro.

Economia

19 de Nov // Foto: Reprodução / G1 | Economia

As apostas dos varejistas na Black Friday, data importada dos Estados Unidos e que acontece pelo oitavo ano consecutivo no Brasil, são altas. Depois de paralisação dos caminhoneiros, Copa do Mundo e eleições, eventos que travaram as vendas, o comércio quer recuperar o tempo perdido. Pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito, mostra que as pessoas estão mais dispostas a abrir a carteira neste ano.

 

Seis em cada dez consumidores (58%) vão fazer compras durante a data de promoções, 18 pontos a mais que 2017. Além de mais gente comprando, o gasto médio deve ser um pouco maior: R$ 1.268,63 no total de compras no ano passado, esse valor era de R$ 1.047. Outro levantamento, feito pela Ebit/Nielsen, afirma que o gasto médio com compras deve subir 8%.

 

"A Black Friday pode dar uma esperança [para 2018]. Costumamos dizer que o Dia da Criança é o ensaio para o Natal, mas neste ano ele aconteceu bem no meio da eleição, e as vendas foram ruins", diz Marcela Kawauti, economista-chefe do serviço SPC. Para ela, momentos posteriores aos pleitos tendem a deixar as pessoas mais esperançosas e, consequentemente, mais dispostas a gastar, independentemente de quem seja eleito.

Bahia

19 de Nov // Folha | Bahia

Nova Soure, no Sertão baiano, pode ficar sem médicos cuidando da atenção básica da cidade já nas próximas semanas. Os quatro profissionais de saúde primária que cuidam dos 25 mil habitantes de Nova Soure são cubanos, e devem deixar o país após Cuba reagir a declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O governo vizinho declarou que irá deixar o programa brasileiro Mais Médicos em breve.

 

“Uma atenção básica forte impede que esses pacientes cheguem até a média e alta complexidade. Sem médicos nos postos de saúde, vai passar a existir uma procura enorme no nosso hospital que é de pequeno porte”, afirmou o secretário Municipal de Saúde de Nova Soure, Ernesto da Costa Lima Júnior, à reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

 

Quem vive na cidade de Nova Soure terá que se deslocar 50 km, até Ribeira do Pombal, em busca de atendimento. “É um custo para a cidade e um risco para os pacientes”, completou Costa Lima Júnior. O caso se repete em Lamarão (a 188 km de Salvador), que tem o 9º pior Produto Interno Bruto (PIB) per capita entre os 417 municípios baianos. Três dos quatro médicos de lá são cubanos de acordo com um levantamento feito pelo jornal Folha.

Política

19 de Nov // Folhapres | Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou neste domingo (18), que a futura ministra da Agricultura de seu governo, Tereza Cristina (DEM-MS), "neste momento goza de toda a sua confiança". Ela concedeu incentivos fiscais ao grupo JBS na mesma época em que manteve uma "parceria pecuária" com a empresa e quando ainda era secretária do agronegócio do então governador André Puccinelli (MDB-MS).

 

Puccinelli foi preso em julho Polícia Federal sob acusação de corrupção. "Eu também sou réu no Supremo [Tribunal Federal], e daí? Tenho que renunciar ao meu mandato? Ela já foi julgada? Eu desconheço. Apenas um processo foi apresentado?", declarou Jair Bolsonaro. "Assim como eu já fui representado umas 30 vezes na Câmara, e não colou nenhum."

 

"Afinal de contas sou um ser humano, posso errar, e se qualquer ministro tiver uma acusação grave e comprovada a gente toma uma providência. Nesse momento ela goza de toda a confiança", ele disse ao visitar a competição mundial de jiu-jitsu Abu Dhabi Grand Slam, no Parque Olímpico da Barra zona oeste do Rio. A deputada arrendava uma propriedade em Terenos (MS) aos irmãos Joesley e Wesley Batista para a criação de bois.

Justiça

19 de Nov // Foto: Reprodução / EBC | Justiça

A exoneração do juiz Sergio Moro esvazia ato do corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, que pretendia tomar seu depoimento no próximo dia 6 de dezembro, em Brasília. O assunto seria o tumulto processual causado pela liminar do juiz federal Rogério Favreto, que concedeu liminar, durante plantão em julho deste  ano, autorizando a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

A audiência de Moro deverá ser cancelada porque a exoneração retira do xerife do CNJ a autoridade para aplicar qualquer punição disciplinar ao juiz da Lava Jato. Martins agendara audiências separadas para a oitiva, no mesmo dia, de Moro, Favreto e dos magistrados João Pedro Gebran Neto e Thompson Flores, também do TRF-4 segundo informações do Folhapress.

 

A exoneração de Sérgio Moro afasta a possibilidade de uso político do CNJ para dificultar sua nomeação como ministro da Justiça e da Segurança Pública. Os poderes prometidos a Moro têm preocupado velhos caciques no Legislativo e no Executivo, sentimento que também aflige alguns membros de tribunais superiores. A rapidez com que foi antecipada a exoneração sugere que foi abortada uma tentativa maior de desgastar o juiz de Curitiba.

Eleições 2018

19 de Nov // Foto: Reprodução / EBC | Eleições 2018

Derrotado na eleição presidencial deste ano, Fernando Haddad (PT) declarou neste sábado (17) ter gastado em sua campanha um valor 15 vezes maior que aquele declarado ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). O petista entregou sua declaração na tarde deste sábado, data limite para que os candidatos que disputaram o segundo turno apresentassem suas contas.

 

Haddad arrecadou aproximados R$ 35,4 milhões (sendo R$ 33,7 em recursos financeiros) e gastou R$ 37,5 milhões, restando uma dívida de campanha de cerca de R$ 3,8 milhões. Impedido de disputar a eleição, o ex-presidente Lula (PT), que ocupava a cabeça de chapa antes de Haddad, havia declarado arrecadação de R$ 20,6 milhões e gastos de R$ 19,8 milhões.

 

Já Bolsonaro declarou ter arrecadado R$ 4,4 milhões e gastado R$ 2,5 milhões. Ele já havia entregue suas contas. Vítima de uma facada em setembro, Bolsonaro passou a maior parte da campanha no hospital ou em casa. A área técnica do TSE concluiu na segunda (12) análise preliminar da prestação de contas da campanha de Bolsonaro e apontou 17 indícios de irregularidade na documentação entregue pela equipe do presidente eleito.

Saúde

19 de Nov // Foto: Fernando Vivas/Folhapress | Saúde

Com a barriga de seis meses de gravidez, Jaqueline Teixeira Lopes, 23, aguarda a chegada da pequena Pâmela em clima de incerteza. Moradora de Guaribas, na zona rural de Anguera (a 155 km de Salvador), ela se consulta mensalmente no posto de saúde. Mas não sabe como fará nos próximos meses -a médica que atende no posto de saúde é uma das quatro cubanas do programa Mais Médicos que atua na cidade.

 

Ela deve deixar o Brasil até o final deste mês, após Cuba não aceitar as condições impostas por Bolsonaro, para renovação. Para Jaqueline, não há segunda opção. As quatro médicas em unidades básicas de saúde da cidade são cubanas, o que faz de Anguera uma das cidades do país que ficarão sem médicos na atenção básica com o fim do contrato entre Cuba e o Brasil.

 

Para tentar frear esse impacto, o governo federal anunciou nesta última sexta-feira (16), que irá abrir edital para tentar convocar médicos e suprir vagas que ficaram sem profissionais. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) afirma que 1.478 cidades possuem somente médicos cubanos em suas equipes do Mais Médicos -mas que podem ter médicos concursados ou conveniados de outros programas segundo informações do Folhapress.

Justiça

19 de Nov // Foto: André Dusek/Estadão | Justiça

O Supremo Tribunal Federal (STF) se prepara para licitar a compra de carros blindados para o transporte dos ministros da Corte. O contrato deverá ter teto de R$ 3,206 milhões. Depois de o tema da violência ganhar destaque na campanha eleitoral, o órgão, sob orientação da área de segurança, decidiu adquirir 14 veículos blindados para uso dos 11 ministros, segundo informações do Estadão/Broadcast.

 

O edital deve ser lançado na próxima semana e prevê a compra de carros sedã de grande porte, sem especificar marca os R$ 3,2 milhões são uma estimativa baseada em preços do mercado. Os ministros não costumam utilizar carros blindados para se locomover no Distrito Federal, mas apenas no Rio e São Paulo, onde têm à disposição veículos alugados à prova de balas.

 

Brasília tem índices de violência menores na comparação com as duas cidades. Segundo uma fonte ouvida sob reserva, o Supremo já dispõe de alguns blindados, mas em baixa quantidade, e não necessariamente para ministros. Ao assumir a presidência do STF, o ministro Dias Toffoli nomeou como assessor de seu gabinete o agora indicado pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, para o ministério da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva.

Santo Antônio de Jesus

19 de Nov // Andaiá FM | Santo Antônio de Jesus

Wiliam Santos Barbosa, de 23 anos, encontrado com um tiro na cabeça em casa, na noite da última sexta-feira (16/11) pode ter sido vitima de um crime passional. Ele morreu na madrugada de sábado (17) no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. A princípio foi ventilado suicídio. Agora, o caso tem um novo capítulo e a suspeita é uma mulher, que seria a autora do crime. Neste domingo, 18, o coordenador do Departamento de Polícia Técnica (DPT), Lino Oliveira, disse que as investigações preliminares apontam como suspeita esta mulher, que mantinha uma relação com o jovem.

A suspeita, segundo relatos de amigos da vítima, foi vista no velório de Wiliam, no sábado. Momento que "teria sido conduzida até a Delegacia". De acordo com o perito do DPT, os exames de combustão já foram realizados pela perícia. Fontes não oficiais divulgaram nas redes sociais que 'nas mãos da vítima não foram encontrados vestígios de pólvora. Lino Oliveira, por sua vez, diz que o resultado dos exames não serão apresentados agora. "Tem um prazo para que o laboratório faça análise de pólvora combusta nas mãos da vítima e nas mãos da suposta autora (do crime). Isso está sendo estudado. Nada de concreto. O trabalho pericial é meticuloso e requer tempo", explicou.

Política

18 de Nov // Foto: Reprodução / EBC | Política

Onyx Lorenzoni já foi anunciado como futuro ministro-chefe da Casa Civil no governo de Jair Bolsonaro (PSL). Acontece que o presidente eleito avalia, agora, transferir parte das atribuições da pasta para seu vice, o general Hamilton Mourão (PRTB). A ideia seria liberar Lorenzoni para liderar a articulação política com o Congresso – já que a Secretaria de Governo, que desempenha esse papel atualmente, será extinta.

 

Depois de provocar divergências na campanha eleitoral por afirmações polêmicas, General Mourão agora aparece como um dos aliados de mais confiança de Bolsonaro segundo informações do Estadão Conteúdo. Apenas nas duas últimas semanas, o presidente eleito delegou ao seu vice missões em várias áreas que vão da comunicação a economia e transporte.

 

Uma das mais importantes foi a visita à sede da Petrobrás para "tomar pé da situação da empresa" e repassar um diagnóstico. Ele conheceu ainda a empresa de comunicação digital que atende o governo Temer e cujo contrato está em vigor, podendo ser estendido, e participou de um encontro com figurões do mercado financeiro. Durante a campanha, no entanto, o general protagonizou polêmicas e chegou a ser repreendido pelo próprio Bolsonaro.

Polícia

18 de Nov // Foto: Site Bahia10.Com.Br | Polícia

Criminosos arrombaram uma lotérica e fizeram reféns em Cardeal da Silva, na região nordeste do estado, neste último sábado (17). O crime ocorreu na Avenida Lomanto Junior, no centro da cidade. De acordo com informações da Polícia Militar, testemunhas informaram que sete criminosos, ainda não identificados, participaram da ação. Eles utilizaram dois carros durante o crime, sendo um deles uma ambulância.

 

Uma porta de ferro da lotérica foi arrancada pelos bandidos. Os criminosos fizeram duas pessoas reféns, saquearam os celulares e documentos das vítimas. Os reféns, segundo a PM, foram liberados depois, na saída da cidade. Não houve registro de feridos. A PM não soube informar se algum valor da lotérica foi levado pelos criminosos segundo o G1.

 

O grupo abandonou um dos veículos utilizados na ação no distrito de Nova Pastora. A PM informou que eles também espalharam miguelitos, espécie de cruz formada por pregos entrelaçados, pela estrada para dificultando a locomoção das viaturas. Na fuga, o grupo espalhou ‘miguelitos’ na BA-400 para impedir a movimentação de veículos no local. Não há informações se os criminosos conseguiram levar alguma quantia em dinheiro.

Economia

18 de Nov // Foto: Divulgação | Economia

O condutor que não pagou o IPVA (imposto sobre a propriedade de veículos) ao longo do ano de 2018 ainda pode regularizar a situação, obtendo desconto de 70% no valor da multa caso o pagamento seja efetuado antes do ajuizamento da execução fiscal. Se ainda não tiver sido notificado, o contribuinte pode fazer o pagamento nas agências ou caixas eletrônicos do Banco do Brasil e Bradesco, com o número do Renavam.

 

O imposto também pode ser quitado através do Documento de Arrecadação Estadual (DAE), emitido no site da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, no Canal Inspetoria Eletrônica (clicar em “IPVA” e depois em “DAE para pagamento”). Caso receba notificação, o contribuinte deve, após acessar a opção Inspetoria Eletrônica, clicar em “IPVA”.

 

Depois em “DAE Para Pagamento”, optar por “Exercícios Notificados”, imprimir o DAE e quitar o débito. Neste caso, não há desconto na multa. Se preferir, o contribuinte pode dirigir-se a uma unidade de atendimento da Sefaz-Ba nos postos da rede SAC na capital e no interior ou nas inspetorias fazendárias localizadas no interior. A última placa do cronograma é a de final zero, que tem como prazo limite para pagamento o dia 30 de novembro.

Justiça

18 de Nov // Foto: Agência Brasil | Justiça

A Defensoria Pública da União (DPU) ajuizou ação civil pública na sexta-feira (16), em que pede à União a manutenção das atuais regras do programa Mais Médicos e a abertura deste a profissionais estrangeiros de qualquer nacionalidade segundo informações da Agência Brasil. O objetivo, segundo a própria defensoria pública, é garantir a continuidade dos serviços de saúde prestados à população de todo o país.

 

“O pedido de tutela de urgência em caráter antecedente à ACP visa evitar que ‘a população atendida seja prejudicada com a saída abrupta de milhares de médicos sem que a União previamente promova medidas efetivas de modo a repor imediatamente o quantitativo de médicos que estão em vias de deixar o programa’”, informou a Defensoria Pública em nota.

 

A Defensoria Pública alega que qualquer mudança, incluindo a não necessidade de submissão ao Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos, deve estar condicionada à realização de prévio estudo de impacto e comprovação da eficácia imediata de medidas compensatórias que assegurem a plena continuidade dos serviços. O Revalida reconhece os diplomas de médicos que se formaram no exterior e querem trabalhar no Brasil.

Mundo

18 de Nov // Foto: Noah Berger/AP | Mundo

O número de mortos nos dois incêndios ativos há 10 dias na Califórnia, subiu para 78. Apenas o Camp Fire, o incêndio mais letal e mais devastador da história do estado, deixou 76 mortos. As outras duas vítimas foram registradas no sul da Califórnia, pelo Woolsey Fire. A busca por mortos e desaparecidos continua. O número de desaparecidos passa de mil. Os restos mortais de pelo menos 71 pessoas foram identificados.

 

O presidente Donald Trump visitou a região afetada pelo Camp Fire, no norte do estado, e encontrou um cenário de desolação, com fumaça espessa, casas em ruínas, carros queimados. "É triste de ver", disse Trump. Cerca de 9.000 bombeiros foram mobilizados nas duas frentes de fogo e dezenas de milhares de moradores foram retirados de suas casas.

 

Os combates às chamas já duram 10 dias. 55% das chamas foram contidas, enquanto as do Woosley Fire estão 82% contidas. A previsão para os próximos dias é de fortes chuvas, o que ajudaria a apagar as chamas, mas poderia causar enchentes e deslizamentos de terra perigosos nas encostas que foram queimadas pelo incêndio. Pelo menos 300 pessoas que fugiram do incêndio estavam abrigadas na sexta-feira em um estacionamento.

Justiça

18 de Nov // Foto: Reprodução | Justiça

Um juiz criminal do Rio de Janeiro censurou a TV Globo em decisão liminar (provisória), ao proibir a divulgação do conteúdo de qualquer parte do inquérito policial que investiga os assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes segundo informações do G1. A determinação é do juiz Gustavo Gomes Kalil e foi feita a pedido da divisão de homicídios da Polícia Civil e do Ministério Público do estado.

 

O magistrado diz na sentença que "o vazamento do conteúdo dos autos é deveras prejudicial, pois expõe dados pessoais das testemunhas, assim como prejudica o andamento das investigações, obstaculizando e retardando a elucidação dos crimes hediondos". Ele proíbe a emissora de publicar termos de declarações mesmo que as testemunhas não sejam identificadas.

 

Também não permite que sejam divulgados procedimentos sigilosos usados em investigações e conteúdos de gravações de áudios, emails ou mensagens de vítimas, testemunhas ou investigados. A Globo afirma que, em suas reportagens sobre o caso, evitou divulgar algo que pudesse pôr em risco as testemunhas ou as investigações. Em nota exibida em seus telejornais, o Grupo diz que irá cumprir a decisão judicial, mas irá recorrer.

Economia

18 de Nov // G1 | Economia

Mais de mil famílias serão beneficiadas com o convênio que foi assinado para dinamizar a produção de mamona na região semiárida da Bahia. O investimento total é de R$ 2,5 milhões. Ao todo, serão 6.600 hectares plantados, com uma produção de 500 quilos de mamona por hectare, ao ano. O documento foi assinado na última sexta-feira (9), na sede da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), em Salvador.

 

O convênio é entre a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e a Coopersertão, no âmbito do projeto Bahia Produtiva. O convênio irá beneficiar 1.100 famílias de cooperados e quatro entidades vinculadas, envolvendo jovens, mulheres, comunidades quilombolas, assentados da reforma agrária, que tem na mamona a principal fonte de renda.

 

A expectativa é que, com a implantação do projeto, o aumento da produção seja de 30%, com ações que incluem desde a produção de sementes certificadas, que serão distribuídas aos beneficiários; o uso do trator, com implementos agrícola; a construção de galpões e a utilização de equipamentos para o beneficiamento com a mamona. Além disso, terá um contrato para a comercialização da produção com a Petrobrás Bio Combustíveis.

Política

18 de Nov // Foto: Adriano Machado/Reuters | Política

A futura ministra da Agricultura do governo Jair Bolsonaro, Tereza Cristina, concedeu incentivos fiscais ao grupo JBS na mesma época em que manteve uma “parceria pecuária” com a empresa. A deputada arrendava uma propriedade em Terenos (MS) aos irmãos Joesley e Wesley Batista para a criação de bois e, ao mesmo tempo, ocupava o cargo de secretária estadual de Desenvolvimento Agrário de Mato Grosso do Sul.

 

Os documentos assinados por Tereza Cristina foram entregues pelos delatores da JBS em agosto do ano de 2017 como complemento ao acordo de delação premiada fechada em maio entre os executivos da empresa com a PGR (Procuradoria-Geral da República) e homologada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) segundo informações do jornal Folha de S. Paulo.

 

Tereza Cristina foi secretária do agronegócio do então governador André Puccinelli (MDB-MS) de 2007 a 2014, que foi preso em julho deste ano pela Operação Lama Asfáltica da Polícia Federal sob acusação de corrupção. A política de incentivos fiscais do governo estadual está no centro da delação premiada fechada pela JBS com a Procuradoria-Geral da República no ano passado no capítulo que tratou da corrupção em Mato Grosso do Sul.

Salvador

18 de Nov // G1 | Salvador

A Polícia Civil descartou a hípotese de latrocínio no caso do estudante e assessor parlamentar Jerrian Cunha Silva, de 28 anos, que foi atacado a tiros em Salvador. A informação foi divulgada ontem (17). Conforme a polícia, o caso, que está sob investigação da 2ª Delegacia de Homicídios, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, é tratado como homicídio. Ainda não há informações sobre autoria do crime.

 

Jerrian foi morto na última segunda-feira (12), quando voltava para casa, após o trabalho. De acordo com a polícia, ele foi abordado por dois homens em uma moto, quando passava pela Avenida Edgar Santos, no bairro de Narandiba, onde morava atualmente. O irmão de Jerrian, Pedro Cunha, contou que o assessor parlamentar nunca relatou ameaças para a família.

 

Mas acredita que a atividade política dele na região da Chapada Diamantina possa ter relação com o caso. "Não relatou ameaça por que aqui em casa nós o aconselhávamos a não denunciar as irregularidades por medo de algo contra ele, então, para não nos preocupar, não nos relatava. Mas é uma possibilidade. O meu irmão sempre denunciou irregularidades nos municípios da Chapada, chegou a ser intimado algumas vezez", conta Pedro.

Política

18 de Nov // Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil | Política

A bancada evangélica na Câmara dos Deputados escolheu o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, como interlocutor com o governo dos cerca de 180 deputados que compõem o bloco. De acordo com a Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, o grupo vai divulgar nota de apoio a Lorenzoni. O texto é assinado pelo presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado Takayama (PSC).

 

A nota afirma que o futuro ministro é “reconhecidamente probo”, apesar de já ter admitido ter recebido caixa 2 para campanha e ser investigado pela PGR por suspeita de ter embolsado R$ 100 mil. Desde o primeiro mandato como deputado federal, é considerado um dos cem parlamentares mais influentes pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar. 

 

“[...] Ao seu passado ilibado, se soma uma atuação, no presente, de alta relevância e profissionalismo na coordenação da equipe de transição. Onyx tem mantido contato com os parlamentares, promovendo as articulações necessárias para a construção de um novo Brasil. Por esses motivos a Frente Evangélica reconhece no ministro Lorenzoni um interlocutor do mais alto nível junto ao novo Governo da República”, diz parte da nota. 

Saúde

18 de Nov // Foto: Fabio Pozzebom/ Agência Brasil | Saúde

A Associação Médica Brasileira (AMB) chamou de retaliação a decisão do governo de Cuba de retirar do Brasil os médicos cubanos que participam do Programa Mais Médicos. Em nota no sábado (17), a AMB afirmou que o governo brasileiro transferiu “de forma temerária” para Cuba parte da responsabilidade pelo atendimento na atenção básica e que isso deixou o Brasil “submisso aos humores” do governo de outro país.

 

“Os impactos negativos previstos são os que estamos comprovando agora”, disse a nota. No comunicado, a AMB afirmou que o programa foi criado a partir de uma premissa equivocada: a de que não havia médicos em número suficiente no Brasil. O que não existe, segundo a entidade, são políticas públicas que atraiam e fixem esses profissionais nos municípios.

 

“O governo brasileiro acabou lançando mão de importação de mão de obra, trazida numa condição análoga à escravidão: obrigada a abrir mão de mais de 70% do que o Brasil desembolsava e alocada independentemente das condições de trabalho existentes”, lembrou a Associação Médica. De acordo com a nota, para resolver o problema definitivamente, é preciso criar uma carreira médica de Estado segundo informações da Agência Brasil.

Política

18 de Nov // Foto: Valter Campanato/ Agencia Brasil | Política

O deputado federal reeleito Luciano Bivar (PSL) foi reconduzido a mais um mandato como presidente do Partido Social Liberal (PSL). Um membro de longa data do partido, Antônio de Rueda, seguirá como vice. Demais cargos serão ocupados por filhos e aliados que vieram com a filiação de Bolsonaro. Considerado dono da sigla, ele fundou o partido em 1994 e o tem presidido a maior parte do tempo desde então.

 

Licenciou-se em 2018, durante a campanha de Bolsonaro, quando deu lugar a Gustavo Bebianno, braço direito do futuro presidente. De volta à presidência do seu partido, Luciano Bivar chegou a sugerir disputar a Presidência da Câmara à agência Reuters em outubro. Foi dissuadido da ideia por Jair Bolsonaro, que negocia interlocução com Rodrigo Maia (DEM).

 

Antônio de Rueda é ex-presidente do PSL e membro de longa data da sigla. Já foi simpático ao Livres, movimento liberal (na economia e nos costumes, como disse em artigo publicado pela Folha em 2017) dentro do partido que foi eclipsado pela filiação de Jair Bolsonaro. Foram-se os Livres, Rueda segue agora como vice de Luciano Bivar. Junto aos veteranos chegam os novatos trazidos pelo presidente eleito segundo informações do Folhapress.

Política

18 de Nov // Foto: Reprodução | Política

O prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, que apoiou o presidente eleito Jair Bolsonaro nas eleições deste ano, lamentou o anúncio da saída de médicos cubanos do programa Mais Médicos. A cidade deve perder 60 dos 80 profissionais que trabalham atualmente nas unidades de saúde locais. No entanto, o prefeito não chegou a citar Bolsonaro e atribui a decisão sobre a saída dos médicos ao governo federal cubano.

 

“Essa decisão de cuba pegou todos de surpresa. É uma situação grave para nosso país, mas principalmente para as cidades do interior. No caso de Ponta Grossa, a situação ainda é mais grave porque nós temos 60 médicos atendendo a população”, avaliou Rangel. Bolsonaro fez várias críticas ao programa e disse que iria mudar os termos de colaboração da iniciativa.

 

Jair Bolsonaro comparou a atuação dos médicos cubanos no Mais Médicos a trabalho escravo e garantiu que, quando assumir o governo a patir de janeiro de 2019, “o cubano que quiser pedir asilo aqui vai ter”. “Eu jamais faria um acordo com Cuba nesses termos. Isso é trabalho escravo, não é nem análogo à escravidão, é trabalho escravo, não poderia compactuar com isso daí”, disse Jair Bolsonaro em uma entrevista coletiva em Brasília.

Recôncavo

18 de Nov // Leonardo Sousa | Recôncavo

Salinas da Margarida foi palco de um grande festival de cultura que contou com arte, música e gastronomia. Considerado um dos maiores eventos da região, o Festival de Salinas chega ao seu fim neste domingo (18). Essa foi a sua 15ª edição que reuniu uma programação variada: Concurso Garota e Garoto Marisco, Concurso de Culinária, Apresentações Culturais, Artesanatos local e regional, Espaço Gourmet com comidas típicas e shows de artistas locais, Regata Salvador x Salinas, Rodeio, Moqueca gigante com mais de 400kg de mariscos, Palco principal com show de grandes nomes da música brasileira, que agradou todos os públicos desde a última quinta-feira (15). Na Área Gourmet o público teve acesso a diversas atrações culturais, concursos, praça de alimentação, artesanatos e apresentações de bandas locais.

A arena de rodeio foi umas das atrações mais emocionantes com a participação de diversos piões da Bahia, Sergipe e outros estados. Um grande público lotou as arquibancadas do rodeio para assistir as apresentações. Já no Palco Principal, o público apreciou grandes shows de artistas renomados nacionalmente. Todo um esquema de segurança foi montado com grande número de policiais e seguranças. Além de todos os atrativos que o evento proporcionou, o público desfrutou ainda das belezas naturais que a cidade oferece, entre elas, as praias de águas calmas e de areia branca. O evento é uma realização da Prefeitura Municipal de Salinas da Margarida. Em quatro dias de festa, Wesley Safadão, Leo Santana, Harmonia do Samba, Unha Pintada, Tayrone, Psirico, Lá Furia, Danniel Vieira, Duas Medidas, Kart Love, Parangolé e Edson Gomes se apresentaram no Festival que agitou o recôncavo baiano.

VEJA UMA RETRÔ DO FESTIVAL DE SALINAS DA MARGARIDA

Política

18 de Nov // Foto: Fabio Pozzebom/ Agência Brasil | Política

Deputados petistas ingressaram com ação junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pedindo a anulação da exoneração do juiz Sérgio Moro. Moro foi exonerado nesta última sexta-feira (16) pelo desembargador federal Thompson Flores, presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, para assumir o comando do superministério de Justiça e Segurança Pública do governo Jair Bolsonaro em janeiro de 2019.

 

Para os deputados Wadih Damous (PT), Paulo Teixeira (PT) e Paulo Pimenta (PT), que assinam a petição, o agora ex-juiz não poderia ter sido exonerado porque há processos administrativos disciplinares contra ele no CNJ. Segundo o artigo 27 da resolução 135/2011, do próprio Conselho, um juiz processado por razões disciplinares não poderia ser afastado do cargo.

 

"Sérgio Moro cometeu uma série de crimes na sua perseguição política contra o ex-presidente Lula e o PT. Por isso ele responde a diversos processos disciplinares junto ao CNJ, que tem o dever de concluir o julgamento de todas as reclamações. Sérgio Moro não pode estar acima da lei, embora ele tenha sempre agido desta forma durante o seu trabalho à frente da Lava Jato", afirma Paulo Pimenta em texto publicado no site oficial do PT.

Justiça

18 de Nov // Foto: Evandro Veiga/ Correio | Justiça

O STJ marcou para quarta (28), o julgamento do pedido de federalização do Caso Cabula, como ficou conhecido o episódio da morte de 12 pessoas em uma ação da Polícia na Vila Moisés na madrugada do dia 6 de fevereiro de 2015. O Incidente de Deslocamento de Competência nº 10, de autoria do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, será julgado pela Terceira Seção do STJ, composta por 10 ministros.

 

Caso ele seja aceito, o caso, que está sob competência da Justiça Estadual, passa a ser processado e julgado pela Justiça Federal. Em dezembro do ano passado, o pedido de federalização chegou a ser pautado para julgamento no STJ. No entanto, o processo foi retirado de pauta por causa da quantidade de ações que seriam sentenciadas na mesma data.

 

O pedido para subir a competência do caso para a Justiça Federal foi feito por Janot após os nove policiais acusados de executar as 12 pessoas terem sido absolvidos sumariamente pela juíza Marivalda Moutinho, em uma sentença relâmpago dada pouco mais de dois meses após eles serem denunciados pelo Ministério Público. Em setembro deste ano, a 1ª Turma da 1ª Câmara Criminal doTJ-BA anulou o julgamento que inocentou os PMs.

Saúde

18 de Nov // Foto: Arquivo/Agência Brasil | Saúde

Mais de 900 médicos farão a segunda etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2017. A prova foi aplicada no sábado (17) e será também neste domingo (18) em Brasília, Curitiba, São Luís, Manaus e Belo Horizonte. O Revalida reconhece os diplomas de médicos que se formaram no exterior e querem trabalhar no Brasil.

 

O exame é feito tanto por estrangeiros formados em medicina fora do Brasil, quanto por brasileiros que se graduaram em outro país e querem exercer a profissão em sua terra natal. A segunda etapa do Revalida 2017 é uma prova de habilidades clínicas na qual o participante percorre 10 estações para resolução de tarefas sobre investigação de história clínica.

 

Além da interpretação de exames complementares, formulação de hipóteses diagnósticas, demonstração de procedimentos médicos e aconselhamento a pacientes ou familiares. A exigência do Revalida foi um dos pontos anunciados pelo presidente eleito Jair Bolsonaro como requisito para a participação de profissionais cubanos no programa Mais Médicos. Cuba anunciou nesta semana a retirada de profissionais do país segundo a EBC.

Brasil

18 de Nov // G1 | Brasil

As investigações do assassinato de Ivanildo Paiva, prefeito de Davinópolis, apontam que o crime foi planejado e com um mandante. De acordo com o delegado de Imperatriz, Eduardo Galvão, resta saber se o mandante estava ou não no local do crime. Outra ação da polícia está sendo na perícia no celular de Ivanildo. De acordo com o delegado, até o momento as ações se concentram na análise de possíveis digitais.

 

"A gente não pode divulgar muita coisa, mas algumas perícias estão verificando fragmentos de digitais. Isso pode ser levado a um banco de dados. A princípio, o aparelho estaria travado e estamos tentando ter acesso ao conteúdo dele" A Polícia Civil já divulgou o retrato falado de dois suspeitos do assassinato do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva.

 

De acordo com a polícia, as características foram descritas por testemunhas que teriam visto os homens nas proximidades da fazenda do prefeito, momentos antes do crime. No entanto, até o momento nenhum suspeito chegou a ser localizado ou preso, como também ainda não existe uma linha de investigação definida sobre o que motivou o assassinato do prefeito. A Polícia Civil informou ainda que todos os dias novos fatos estão chegando.

Justiça

18 de Nov // Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil | Justiça

Dois anos após a prisão de Sérgio Cabral (MDB), as investigações sobre o caso avançam para os "tentáculos" do esquema atribuído ao ex-governador. Alvo de 26 ações penais, oito condenações que somam 183 anos de prisão, Cabral é suspeito de manter uma rede de mesadas que reúne mais de 60 pessoas, que vão desde o governador Luiz Fernando Pezão (MDB) a um fundador de um bloco carnavalesco.

 

Os beneficiários também foram parentes, funcionários de baixo escalão e secretários. Os valores variam de R$ 150 mil a R$ 500 mensais. Somados, perfazem um gasto de quase R$ 4 milhões só em mesadas. A maior parte dessa rede foi revelada pelo economista Carlos Miranda, que firmou acordo de colaboração premiada com a Procuradoria-Geral da República.

 

Ele sairia na sexta (16) da prisão, como parte do acordo, o que não ocorreu até a conclusão desta edição por problemas burocráticos. Cabral, que foi detido em 17 de novembro de 2016, é acusado de pedir 5% de propina nos maiores contratos do estado em sua gestão (2007-2014). As denúncias já apontam o pagamento de R$ 418 milhões em propina. Há outras frentes de investigação que devem ampliar este valor segundo o Folhapress.

Vitória

18 de Nov // Foto: Max Haack / Ag. Haack | Vitória

A situação que já era ruim para o Vitória, ficou pior na noite deste último sábado (17). Em duelo disputado no Barradão, o Rubro-Negro baiano perdeu para o Atlético-PR por 2 a 1. O Leão segue na 18ª posição com 36 pontos. O próximo compromisso do Vitória é contra o Cruzeiro nesta próxima quarta-feira (21), às 20h45 (horário de Salvador), no Mineirão, válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

O Vitória procurou apertar a marcação e com isso dificultou a saída de bola do Atlético-PR. No entanto, o Vitória conseguiu se segurar por pouco tempo. Aos seis minutos, o Atlético-PR criou a primeira jogada de perigo. Em cobrança de falta, Pablo passou por cima da bola, e Raphael Veiga chutou rasteiro, por baixo da barreira. João Gabriel estava atento e fez a defesa.

 

O Vitória tinha dificuldades para criar jogadas ofensivas. E o Atlético-PR chegava com cautela na área dos donos da casa. Aos 26, após cobrança de falta na área, Pablo escorou e João Gabriel defendeu. A bola bateu na trave, Ramon tentou tirar e mandou contra o próprio patrimônio. O Atlético-PR quase ampliou a vantagem aos 46. Cirino ajeitou e Raphael Veiga mandou uma bomba, mas João Gabriel realizou uma grande defesa segundo o BN.

Economia

17 de Nov // Foto: Antônio More/Gazeta do Povo | Economia

Em uma típica corrida para escapar da reforma da Previdência, 775,6 mil segurados do INSS pediram aposentadorias por tempo de contribuição no primeiro semestre deste ano. O número é 40% maior do que as 554,2 mil solicitações do benefício realizadas nos primeiros seis meses de 2016, antes de o presidente Michel Temer (MDB) ter enviado ao Congresso Nacional a sua proposta de mudanças nas regras.

 

A tendência é que a busca pelo benefício continue alta no ano que vem, considerando que a reforma é prioridade para o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Na comparação com igual período de 2017, os requerimentos variaram 1%. Em 2018, as discussões da reforma foram suspensas por causa da intervenção federal no estado do Rio de Janeiro.

 

Porém, para os trabalhadores que já têm direito à aposentadoria, antecipar o pedido ao INSS pode trazer mais prejuízo do que trariam as eventuais mudanças nas regras de concessão, avalia Elenice Hass de Oliveira Pedroza, secretária-geral do IBDP - Instituto de Direito Previdenciário. O risco para esses segurados é o de abrir mão de uma renda consideravelmente maior, que poderia ser obtida com alguns meses a mais de contribuição ao INSS.

Mundo

17 de Nov // Foto: Reuters/Marina Devo | Mundo

O submarino argentino ARA San Juan, desaparecido há um ano nas águas do Oceano Atlântico, com 44 tripulantes a bordo, foi localizado, informaram neste sábado (17) o Ministério da Defesa e a Marinha da Argentina. A embarcação está em uma região de cânions, a 800 metros de profundidade, e a 600 km da cidade de Comodoro Rivadavia, na Patagônia, onde se tinha montado o centro de operações durante a busca.

 

O submarino diesel-elétrico de fabricação alemã, adquirido em 1985, era um dos três da Marinha argentina. O local é o mesmo onde há um ano foi identificada uma "anomalia hidroacústica" semelhante a uma explosão. Segundo informações do jornal "Clarín", as primeiras informações oficiais são de que o submarino está "achatado na proa e bastante intacto".

 

O submarino estava a cerca de 430 quilômetros da costa patagônica da Argentina quando enviou seu último sinal, no dia 15 de novembro de 2017. A empresa norte-americana Ocean Infinity, contratada pelo governo argentino, encontrou o submarino por meio de observação feita com um veículo submarino operado remotamente com câmeras subaquáticas. A equipe ainda rastreia e investiga a área com um veículo operado por controle remoto.

Saúde

17 de Nov // Foto: Reprodução / EBC | Saúde

Representantes do Ministério da Saúde e da Opas (Organização Pan-Americana de Saúde) se reuniram nesta última sexta-feira (16) para discutir o processo de saída dos médicos cubanos do Mais Médicos, um dos programas mais conhecidos na saúde, e a entrada de novos médicos brasileiros. A medida ocorre após o governo de Cuba anunciar, na quarta-feira, que deixaria o programa criado no governo Dilma em 2013.

 

A decisão é atribuída a declarações do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), que questiona a qualificação dos médicos cubanos. Jair Bolsonaro também tem manifestado intenção de modificar o acordo, exigindo revalidação de diplomas e contratação individual. Atualmente, de 16 mil médicos que atuam no Mais Médicos, 8.332 são cubanos em todo o país

 

A saída dos médicos preocupa municípios, que temem desassistência e uma espécie de "apagão médico", especialmente no Norte e Nordeste do país. A previsão é que os médicos comecem a deixar o país no próximo dia 25 deste mês e que a saída, feita de forma gradual, se estenda até 25 de dezembro. Segundo membros do ministério da Saúde, um edital para selecionar profissionais para as vagas seja publicado já na segunda-feira (19).

Política

17 de Nov // | Política

O governador Rui Costa convocou para a próxima segunda uma reunião do conselho político. A entidade reúne os presidentes dos partidos da base aliada. O encontro acontecerá na Governadoria, no CAB. De volta ao Brasil após viagem ao exterior, o governador terá duas pautas políticas nesta segunda, já que, além do conselho político, convocou uma reunião com os deputados estaduais da base para a tarde.

 

De acordo com o presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, a pauta da reunião com os presidentes das siglas será a questão do déficit da previdência do estado segundo estimativa da Secretaria Estadual de Administração. No entanto, a eleição para a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia também deve pintar entre os assuntos do encontro.

 

Vale lembrar que a disputa tem gerado rusgas na base aliada. PT e PSD não aceitaram bem o fato de o PP ter anunciado primeiro apoios à candidatura de Nelson Leal, nome do partido para a corrida, e fizeram críticas às articulações. “Não é o assunto prioritário da pauta, mas isso, naturalmente, pode surgir segundo informações do Bahia Notícias. Se surgir, vai ser no sentido de buscar um entendimento entre os partidos”, afirmou Anunciação.




Classificados


Enquete



Mais Lidas